"(...) Saúdo-os e desejo-lhes sol / E chuva, quando a chuva é precisa, e que as suas casas tenham / Ao pé duma janela aberta / Uma cadeira predileta / Onde se sentem, lendo os meus versos. (...)" (CAEIRO, Alberto. O guardador de rebanhos)

terça-feira, 2 de março de 2010

...

... Porque um apaixonado pela palavra ganha as muitas e várias outras coisas que a palavra traz...

2 comentários:

  1. Marina Nálio Perdão4 de março de 2010 07:32

    Ví, não sabia que vc tinha um blog... isso foi divulgado pra família???
    Adorei ler sobre vc... vou divulgar seu blog pros meus contatos ok?
    Saudade
    Bjos, Má

    ResponderExcluir
  2. ôôô, prima, valeu!!! Ainda tô começando a mexer nisso aqui... E ando bem sem tempo pra me dedicar, mas pretendo fazer um espaço legal, onde eu comece a exercitar a prática do jornalismo, aliado à literatura e aos esportes de aventura.
    Obrigada por divulgar...
    Beijão.
    Saudade!

    ResponderExcluir